10/04/2018 09h35 - Atualizado em 10/04/2018 09h35

Simted de São Gabriel do Oeste realizará Assembleia para definir greve dos administrativos

Victor Currales

Imagens: Reprodução

O Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação-SIMTED de São Gabriel do Oeste MS prepara para hoje (10/04), a partir das 13:30h, uma Assembleia Extraordinária para os Administrativos em Educação de Mato Grosso do Sul, carreira Profissional de Educação Básica e Apoio à Educação Básica, oportunidade em que serão analisadas as últimas deliberações ocorridas em Campo Grande e sobre a indicação de greve da
categoria a partir do dia 11/04/2018.

Os Trabalhadores Administrativos em Educação são responsáveis pela manutenção, limpeza, merenda e secretarias das Escolas Públicas Estaduais e estão, segundo nota enviada pela FETEMS a pais e alunos da Rede Pública Estadual, há três anos sem ter aumento salarial. Receberam apenas R$ 200,00 de abono há três anos, com a promessa de
que seria incorporado no salário base, que é menor que um salário mínimo, e agora vencido o prazo, o Governo faz a proposta indecente de prorrogar o abono por mais um ano com a promessa vazia de incorporação em 2019. Diante do fato, indignados com o descaso do Governador e após muitas tentativas de negociação, a categoria decidiu pela GREVE.



Segundo informações repassadas pela presidente do SIMTED, Professora Miriam Amaral Bonilha Nogueira, após a Assembleia Extraordinária realizada dia 06 de abril, às 09 h, no Auditório da FETEMS (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), onde estivera os/as representantes e Trabalhadores/as Administrativos em Educação de Mato Grosso do Sul, carreira Profissional de Educação Básica e Apoio à Educação Básica, foi aprovada por unanimidade a deflagração de Greve Geral, por tempo determinado (a partir de 10 de abril de 2018 até 30 de Abril de 2018), em virtude do não atendimento do pleito da categoria por parte do Governador Reinaldo Azambuja, que é a
Incorporação em 2018, do Abono Salarial, à carreira Profissional de Educação Básica e Apoio à Educação Básica previsto na Lei 4.868/2016.

A FETEMS encaminhou uma nota para os pais e alunos da Rede Pública Estadual, onde explica os fatos e razões da categoria e um dos fatores que preocupa muito a categoria é a falta de funcionários administrativos nas escolas e eles não colocam outro no lugar dos
administrativos readaptados, sobrecarregando assim os que estão na ativa.

Em São Gabriel do Oeste a situação é a mesma, as escolas sentem a falta de funcionários, já que muitos estão readaptados e os outros poucos que estão na ativa são sobrecarregados de trabalho.

350 mil alunos ficarão sem merenda e sem segurança porque o Governo do
Estado não valoriza o administrativo, finaliza a nota.


Média: Simted de São Gabriel do Oeste realizará Assembleia para definir greve dos administrativos     5,0 estrelas      
Vote nesta matéria


Leia mais notícias de Educação

0 Comentários