01/07/2015 10h01

Confira a lista: 3 deputados de MS votaram pela redução da maioridade penal

Bancada de MS poderia ter reduzido maioridade

Wendell Reis

 Dos oito deputados de Mato Grosso do Sul, três votaram a favor da redução da maioridade penal. Porém, os votos não foram suficientes para que fosse aprovada a  Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que reduziria a maioridade penal de 18 para 16 anos em casos de crimes graves e hediondos.

 

A proposta precisava de 308 votos para ter validade, mas só conseguiu 303 favoráveis e 184 contrários. A história poderia ser diferente se a bancada de Mato Grosso do Sul que disse não votasse sim. Foram cinco os que disseram não à proposta de redução.

Os deputados Luiz Henrique Mandetta (DEM) e Tereza Cristina (PSB), por exemplo, votaram contra orientação partidária e disseram não ao projeto. Vander Loubet (PT) e Dagoberto Nogueira (PDT) também disseram não, mas com orientação partidária.

Disseram sim à proposta os deputados Carlos Marun (PMDB), Geraldo Resende (PMDB) e Elizeu Dionizio (SD). Marun e Geraldo foram contra a decisão do partido, de votar contra a redução. Já Elizeu votou como o partido orientou.

Nesta quarta-feira (1º) a Câmara vota novo projeto, desta vez determinando redução da maioridade para todos os crimes, o que não deve ser aprovado, visto que o texto de ontem, que era mais brando, já não teve sucesso.

A proposta rejeitada reduziria a maioridade penal para estupro, latrocínio e homicídio qualificado (quando há agravantes). O adolescente também poderia ser condenado por de lesão corporal grave ou lesão corporal seguida de morte e roubo agravado (quando há uso de arma ou participação de dois ou mais criminosos, entre outras circunstâncias). O deputado Zeca do PT não votou.


Média: Confira a lista: 3 deputados de MS votaram pela redução da maioridade penal     5,0 estrelas      
Vote nesta matéria


Leia mais notícias de Nacional

0 Comentários