07/01/2016 12h26

Crime organizado teve prejuízo de R$ 150 milhões com atuação do DOF em 2015

No total 319 pessoas foram presas

Thatiana Melo

Imagens: (Divulgação/DOF)

Cada policial do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) deu prejuízo ao crime organizado em 2015 de R$ 1,2 milhões, um total de aproximadamente R$ 150 milhões de mercadorias apreendidas.

O levantamento feito pelo departamento revela que foram retiradas de circulação brinquedos, confecções, cigarros, perfumes, armas, materiais eletrônicos, cosméticos e recuperados carros roubados. Os dados ainda apontam que os policiais foram responsáveis por uma das maiores apreensões de ecstasy do Brasil, um total de cinco mil comprimidos.

O balanço feito pelo departamento também revela a apreensão de drogas ao longo de 2015, sendo apreendidas 46 toneladas de maconha, 290 quilos de cocaína, 70 de haxixe, 5 quilos de crack, 30 de pasta base de cocaína e cinco mil comprimidos de ecstasy.

Na fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai e Bolívia foram presas 319 pessoas, acusadas de envolvimento com o tráfico de drogas e 101 consideradas foragidas da Justiça. Além, da recuperação de 155 veículos furtados ou roubados e apreendidos 501 veículos.

Já os produtos que causavam prejuízo financeiro aos Estado, foram retirados de circulação nove toneladas de confecções, quatro toneladas de brinquedos, 250 mil cartelas de medicamentos, 1 milhão de pacotes de cigarros, 1,2 mil pacotes de suplementos e 1,4 mil quilos de agrotóxicos. 


Média: Crime organizado teve prejuízo de R$ 150 milhões com atuação do DOF em 2015     5,0 estrelas      
Vote nesta matéria


Leia mais notícias de Policial

0 Comentários