26/10/2016 09h05

Ferido a tiro, empresário liga e pede socorro à esposa, mas é achado morto

Vítima tinha ido ao local para pescar e caçar porcos com amigos

LAURA HOLSBACK

  • Exemplo12

O empresário do ramo de transporte Pedro Paulo Ajala Loubet, 50 anos, encontrado morto, ontem, havia telefonado à esposa pedindo socorro. No entanto, quando amigos chegaram no local, ele já estava morto, à margem do Rio Brilhante, no município do mesmo nome. No corpo havia marca de tiro no peito, cujo disparo ocorreu acidentalmente com espingarda que usava para caçar, segundo avaliação de peritos.

Conforme Boletim de Ocorrência, Pedro Paulo era morador em Deodápolis, onde atuava com vans, fazendo transporte de passageiros para Campo Grande. Desde sexta-feira (21), ele estava em Rio Brilhante para pescar e caçar porcos, com amigos e enteado.

Para policiais, o filho de criação contou que Pedro havia saído sozinho por volta das 4h do dia que a morte ocorreu, para capturar porcos.

Horas mais tarde, por volta das 10h30min, Pedro telefonou para a esposa, pedindo socorro. Na ligação, ele teria gemido de dor. Comunicados sobre o telefonema, amigos da pescaria foram ao local e encontraram o empresário morto.

Próximo do corpo, estava espingarda de pressão, com o cano para cima, que era usada na caçada. O calibre da arma era 22, o mesmo que matou a vítima. Diante disso, peritos avaliaram que a morte de Pedro Paulo ocorreu acidentalmente. Ainda assim, inquérito que deve concluir a investigação foi aberto como morte a esclarecer. 


Média: Ferido a tiro, empresário liga e pede  socorro à esposa, mas é achado morto     5,0 estrelas      
Vote nesta matéria


Leia mais notícias de Policial

0 Comentários