02/12/2017 19h54

Formandos do Técnico em Agro Pecuária cortam grama para arrecadar dinheiro para formatura

Victor Currales

Imagens: Victor Currales

O sonho da maioria dos formandos sejam eles secundaristas, técnicos ou universitários é comemorar o fim da do curso com colação, baile e muita festa. A festa, o baile de formatura é o sonho de qualquer estudante, para vivenciar a conquista com a família e amigos, compartilhar a alegria de concluir a graduação com os colegas de turma e comemorar o fim de um ciclo.

 

Para os personagens de nossa matéria o curso de Técnico em Agropecuária da Escola Estadual São Gabriel, foram três anos de espera pela grande noite. No entanto, sabemos que a festa perfeita requer uma quantidade considerável de recursos financeiros para lidar com todos os gastos, que envolvem comidas e bebidas, decoração, DJ’s, músicos, entre outros.

 

O valor individual da mensalidade entre os alunos é o básico e, em grande parte das experiências, representa a maior fatia de toda a arrecadação. Embora, em tese, signifique simplesmente receber dinheiro dos colegas, se não houver compromisso por parte de toda a turma, atrasos e calotes podem gerar furos irrecuperáveis no planejamento de gastos.

 

Em São Gabriel do Oeste, os formandos em Técnico em Agropecuária da Escola Estadual São Gabriel, após analisarem as várias receitas de arrecadação além das mensalidades, optaram por uma ação inédita e que certamente irá valorizar ainda mais a conquista de cada um deles além é claro da formação profissional.

 

Os alunos Gustavo Foralosso (17 anos), Dione Andrade (18 anos) e Luiz Gustavo Pretel de 18 anos), formam uma equipe entre outras com o restante da turma de rapazes do curso e oferecem serviços de corte de grama de porta em porta nas residências da cidade, enquanto que as meninas da turma vendem rifas.

Educados, e com muita disposição eles fazem o serviço de corte de grama com máquinas e equipamentos próprios que conseguiram disponibilizando o que cada um tinha disponível em suas residências.

 

Em conversa animada após a limpeza de mais um terreno, mesmo num dia chuvoso eles compareceram pontualmente no dia combinado, fizeram o serviço com muita qualidade disseram que a idéia de cortar grama surgiu dentre as várias que estavam discutindo com a turma e chegaram a um consenso de que cada um contribuiria com o que tivesse em casa e partiria para o serviço que é uma forma mais rápida de arrecadar e também uma forma de retribuir a “colaboração”.

 

“É mais uma lição de trabalho em equipe que aprendemos com os nossos mestres em sala de aula e que estamos colocando em prática aqui fora, levaremos esse companheirismo, amizade para sempre e ainda superar os desafios com disposição e a dignidade do trabalho”, enfatizou Luiz Gustavo Pretel o mais falante da turma, ao explicar qual seria a lição que tirariam da experiência.

 

 

 

Quem quiser cortar a grama de sua residência e colaborar com os formandos ligar e agendar com Dione Andrade pelo telefone 99855-4471 


Média: Formandos do Técnico em Agro Pecuária cortam grama para arrecadar dinheiro para formatura     5,0 estrelas      
Vote nesta matéria


Leia mais notícias de São Gabriel do Oeste

0 Comentários