Vereadora Kalícia de Brito, defende a educação e quer a inclusão da categoria entre os prioritários para a vacinação

| VICTOR CURRALES


Vereadora Kalícia de Brito - Foto: Reprodução FB

Na Sessão Ordinária desta terça-feira (27/04), realizada no plenário Vereador Joaquim Honório sobrinho na Câmara de Vereadores de São Gabriel do Oeste-MS, A vereadora Professora Kalícia de Brito França (MDB), defendeu a categoria dos profissionais da educação ao criticar a fala do deputado federal progressista, Ricardo Barros (PP).

Na oportunidade, a vereadora ressaltou que os professores e administrativos têm trabalhado dobrado durante a pandemia, preparando aulas online, disponibilizando número de telefone pessoal aos pais e entregando os materiais de apoio pessoalmente, para tentar atender a todos os alunos, sem receber nada a mais por isso.

Na tribuna da Câmara Municipal de São Gabriel do Oeste, a vereadora Kalícia Brito, reiterou que a preocupação do deputado deveria ser voltada a garantia de vacinas para os professores e administrativos e deveria ter aconselhado ao Presidente, que comprasse os 70 milhões de doses da vacina, no ano passado.

Os profissionais da Educação estão incluídos no Plano Nacional de Imunização (PNI), mas só foi concedida a prioridade de vacinação para a categoria, em Campo Grande, após pedido do vereador junto à Prefeitura Municipal do município.

“Fazer um discurso que o Professor não quer trabalhar, comparando com os profissionais da saúde ou o comércio é extremamente irresponsável, sem base técnica. Por que ele não aconselhou o Presidente da República a comprar 70 milhões de doses da vacina para os professores? É triste assistir cenas como essa: a desvalorização da Educação, enquanto eles têm trabalhado muito mais que antes, no remoto e não estão ganhando a mais por isso”, ressaltou a vereadora.

O Fato

Nesta semana, o PL 5595/2020 foi aprovado pela Câmara dos Deputados Federais, que permite a volta às aulas presenciais durante a pandemia e estabelece a educação básica e superior como serviço essencial. Em entrevista à CNN Brasil, o deputado federal Ricardo Barros (PP), disse que a categoria é a única que “não quer trabalhar” durante a pandemia e comparou professores à profissionais da saúde, transporte e comércio. O projeto de lei cita a inclusão de prioridade na vacinação de professores e funcionários das escolas públicas e privadas como diretrizes para o retorno às aulas presenciais.

São Gabriel do Oeste

A administração municipal de São Gabriel do Oeste, visando antecipar o processo de vacinação dos profissionais da educação, deu início nesta quarta-feira (28/04) ao cadastramento de todos os profissionais da rede.

O Cadastro segundo informações postadas no perfil da vereadora Kalícia de Brito, servirá primeiramente como base para o planejamento das próximas etapas da campanha de imunização.

Este levantamento abrange todos os trabalhadores que fazem parte do dia-a-dia da instituição, desde docentes, técnicos e demais profissionais, além de abranger também todas as instituições de ensino sendo elas, municipais, estaduais, particulares, escolas de idiomas, cursos universitários, entidades como APAE, Kolping e Fabiano de Cristo.

Havendo a confirmação das doses para os profissionais, a vacinação será iniciada pelos grupos mais vulneráveis dentre os profissionais e triagem dos inscritos deverá ser feito pelas coordenadorias do município.

 

Fonte: Victor Currales 


Apoie o jornalismo independente.

É fundamental para São Gabriel do Oeste, para a região e todo o Mato Grosso do Sul.

Assine o Gabrielense e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Você irá receber também o nosso exemplar impresso com todas as notícias da cidade.

Um grande time de jornalistas, dando voz a sociedade em reportagens e vídeos com matérias de conteúdo próprio.

Entre em contado conosco e escolha o melhor pacote para você e sua empresa.

E-mail: victorcurrales@gmail.com

Telefone: (67) 9.9887-3066